Você está em: Notícias»Galvonenses conhecem detalhes do Programa Resgate Histórico

Galvonenses conhecem detalhes do Programa Resgate Histórico

Galvonenses conhecem detalhes do Programa Resgate Histórico
O programa Resgate Histórico foi motivo de visita de galvonenses à Câmara de São Lourenço do Oeste. Em conversa com o secretário executivo Éderson Hermann, na tarde desta terça-feira (17), as vereadoras Adriana Dalzoto Bernardelli e Rosemeri Terezinha Piovesana, e a servidora Ariane Velho dos Santos Poter, da Câmara de Galvão, conheceram detalhes das atividades de pesquisa, elaboração de publicações, e a instalação do Acervo de Memória, de acesso livre na Casa de Leis. Em entrevista, as visitantes reconheceram o trabalho desenvolvido pela Câmara de São Lourenço do Oeste como uma referência importante. “A gente já havia visto que aqui tem um programa bonito, já está bem avançado. Então a gente vem pegar uma visão daqui para tentar levar pra lá, que lá até então não tem”, disse Adriana. “Como eles mesmo fizeram este trabalho maravilhoso aqui na Câmara de São Lourenço do Oeste, e a gente já havia tido conhecimento, então ficamos ansiosos de estarmos fazendo esse trabalho tão bom também. Então viemos em busca de conhecimento e foi uma tarde muito proveitosa”, declarou Rosemeri. A vereadora Rosemeri também falou sobre a iniciativa da Câmara de Galvão em desenvolver trabalho semelhante de regaste histórico. “Na verdade todos esses anos que a gente convive em Galvão, a gente vê a dificuldade que se tem no colégio, principalmente dos alunos, de estar aprendendo um pouco da história do município de Galvão, estar pesquisando. Eles não tem um lugar fixo que tenha a história completa para estar pesquisando, para aprender um pouco do nosso passado e fazer comparações, esses dados importantes que sempre tem no Município. Então a gente pensou em trazer para a Câmara de Vereadores para ficar mais fácil para uma pesquisa, para a população, para o povo ter conhecimento de nossa história”. Perguntada sobre a razão da Câmara de Galvão assumir o papel de resgatar a história do município, Rosemeri concluiu: “Na verdade alguém tem que ter a iniciativa, e a gente está tendo essa iniciativa, todas juntas, e vamos conseguir fazer, levantar essa história e dar acesso à população”.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer