Você está em: Notícias»Parlamento Jovem lourenciano é referência para Acamosc

Parlamento Jovem lourenciano é referência para Acamosc

Parlamento Jovem lourenciano é referência para Acamosc
A Câmara de São Lourenço do Oeste recebeu, terça-feira (24), a visita de representantes da Associação das Câmaras do Oeste de Santa Catarina (Acamosc), de Chapecó. O secretário da entidade, Eloi de Oliveira Siarpinski, e as vereadoras Marlise Warmling, de Saudades, e Silvana Maria Battisti Bugnotto, de Pinhalzinho, conversaram com o secretário da Câmara, Éderson Hermann, a respeito do programa Parlamento Jovem desenvolvido pela Câmara. Marlise, presidente do Fórum da Mulher Vereadora da Acamosc, disse que a intenção da visita foi buscar subsídios para implantar o programa e compartilhar a ideia. “A gente buscou junto à Escola do Legislativo [da Alesc] uma informação, e eles nos disseram que São Lourenço do Oeste é um município que já tem o programa há bastante tempo, tem experiência bem sucedida, e é pertinho de casa. Por isso que viemos fazer essa visita, para gente conhecer um pouco mais sobre esse programa, tirar nossas dúvidas. E estamos voltando motivadas, para a gente agora motivar também a nossa equipe”, detalhou Silvana, ex-presidente da Acamosc. Na visão das vereadoras, o Legislativo deve fazer um trabalho de fortalecimento da cidadania com os jovens. “Nós temos esse compromisso perante a sociedade de criar programas dessa forma, e esse vem de encontro da formação de líderes. Nós estamos com uma carência de líderes. Veja, quando chega a época de eleição não se tem pessoas aptas a se candidatar, ninguém quer, todo mundo tem uma aversão a política. Então, nós enquanto legisladores o que estamos fazendo para reverter esse conceito? Esse programa vem de encontro a isso, mostrar que nós necessitamos da política, nós vivemos para ela, por ela, é a nossa forma democrática”, defendeu Silvana. Para a vereadora de Pinhalzinho, o Parlamento Jovem pode representar uma ponte com a sociedade. “O Legislativo precisa se aproximar da sociedade. Tá muito distante. Não é um Poder que tem que estar distante. É um poder do povo, para o povo. Somos representantes do povo, mas tem uma barreira que nos impede de chegar até ele porque falta esse tipo de coisa, programas de aproximação”, concluiu. Na oportunidade, a comitiva ainda fez um passeio pela Câmara, conhecendo as instalações e os programas desenvolvidos, entre eles, "Conheça o Legislativo", "Resgate Histórico", e "Espaço Cidadão". Parlamento Jovem O Parlamento Jovem lourenciano completa em 2018 seu nono ano de execução. Tem caráter informativo e instrutivo, com o objetivo de promover a interação entre a Câmara de Vereadores e a Escola, permitindo aos estudantes a vivência do processo democrático, mediante participação em jornada simulada de atividade parlamentar.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer