Você está em: Notícias»Autorizado benefício às associações de máquinas

Autorizado benefício às associações de máquinas

Autorizado benefício às associações de máquinas
O Executivo de São Lourenço do Oeste prevê repasses para as associações de máquinas do município. O projeto de lei que autoriza a concessão de auxílio financeiro foi aprovado pelo Legislativo, em plenária nessa segunda-feira (28). As associações de máquinas de Distrito de Frederico Wastner, Presidente Juscelino, Setor 2 de Presidente Juscelino, Linha São Roquinho e Linha Nova Farroupilha receberão benefício no valor R$ 10 mil. As transferências tem por finalidade a aquisição de óleo diesel para assegurar a manutenção das atividades das associações. Já a Associação de Máquinas das Comunidades de São João, São Caetano, Santa Clara, parte de Taquari e parte de São Miguel, receberá R$ 20 mil. Conforme o Executivo, o valor maior justifica-se por trata-se da única associação a fazer o uso de um kit fenação cedido pelo Município, cujo serviço é prestado, inclusive, para as demais Associações de Máquinas. R$ 20 mil também serão repassados à Associação de Desenvolvimento do Distrito de São Roque, justificando o Executivo que a mesma atenderá uma quantidade maior de associados, envolvendo as comunidades de São Roque, Linha Planalto e Santana da Bela Vista. O projeto recebeu pareceres favoráveis das comissões de Legislação, Finanças, Obras e Agricultura. “Essas Associações foram criadas para auxiliar diretamente os agricultores em suas atividades agrícolas, especialmente no preparo e plantio de suas lavouras, sendo que os recursos públicos virão de encontro a manutenção dessas atividades, especialmente no custeio de combustíveis e demais custos com os equipamentos”, considerou o vereador Celso Bessegatto (PT), em parecer. Na manifestação dos líderes de bancada, a vereadora Vania Baldissera (MDB) encaminhou voto favorável. “É um incentivo para agricultura. A agricultura é um setor que contribui muito com a economia do município, e é importante que nós tenhamos uma agricultura forte”, considerou. A matéria foi aprovada por 8 a 0, em votação simbólica, e encaminhada ao Executivo, para sanção.


© 2020 - Desenvolvido por Lancer