Você está em: Notícias»Aporte de valores na Secretaria de Administração e Fazenda visa a aquisição de equipamento para uso dos bombeiros

Aporte de valores na Secretaria de Administração e Fazenda visa a aquisição de equipamento para uso dos bombeiros

Aporte de valores na Secretaria de Administração e Fazenda visa a aquisição de equipamento para uso dos bombeiros
A Câmara de Vereadores aprovou nessa semana o projeto de lei, enviado pelo governo municipal, que autoriza a transferência de R$ 140 mil dos Encargos Gerais do Município para a Secretaria de Administração e Fazenda. O gestor informa que a alteração nas dotações tem o objetivo de efetuar aquisição, através do Consórcio Interfederativo Santa Catarina (CINCATARINA), de equipamento para uso do Corpo de Bombeiros Militar instalado no Município. “Trata-se de um equipamento para resgate veicular (Holmatro Pentheon) para uso pelo Corpo de Bombeiros Militar sediado no Município, tendo em vista que o equipamento atualmente utilizado encontra-se danificado e a situação ora posta pode ocasionar riscos irreversíveis à vida e a saúde de quem necessite de atendimento“, diz a mensagem do projeto. O gestor ainda esclarece que o equipamento foi licitado pelo Consórcio através de Processo Licitatório, de “Âmbito Internacional”, realizado no ano passado, sendo que o pagamento pelo Município será proveniente da arrecadação do FUNREBOM – Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros Militar. Na discussão do Plenário, segunda-feira (29), parlamentares defenderam a aquisição do novo equipamento. Loreci de Oliveira (PSDB) deu esclarecimentos sobre a aquisição. “É aquele aparelho que serve para os bombeiros fazer socorro. Às vezes a pessoa fica presa nas ferragens, precisa serrar, precisa cortar. Então, esse aparelho serve para esse socorro”. “O preço do aparelho é de 12 mil euros. Como ele é cotado em Euro, então o setor contábil teve o cuidado de colocar um valor maior, porque o Euro pode aumentar, pode diminuir. Então garantiram a possibilidade de uma oscilação para maior e fizeram a solicitação de R$ 140 mil, mas o custo hoje do aparelho é de R$ 112 mil”, observou a vereadora. Além da líder do PSDB, Marlice Perazoli (MDB), Vania Baldissera (PL) e Agustinho Menegatti (PP) encaminharam voto favorável. Aprovado por todos os vereadores, o projeto foi encaminhado ao Executivo, para sanção.


© 2020 - Desenvolvido por Lancer