Você está em: Notícias»Projeto aprovado denomina via pública em homenagem à Ademar Bratti

Projeto aprovado denomina via pública em homenagem à Ademar Bratti

Projeto aprovado denomina via pública em homenagem à Ademar Bratti
A Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste aprovou, em última sessão ordinária este ano (dia 16), o Projeto de Lei 65/2021, que atribui denominação à parte da via pública conhecida como “Acesso Sul”, em homenagem à Ademar Bratti. O trecho da antiga SCT-468 se estende das proximidades da bifurcação da Rua Monte Castelo com a Rua Rio de Janeiro até o início do Loteamento Alvorada. Autor do projeto, o vereador Rennã Fedrigo (MDB) explica que o nome foi proposto em meio a uma necessidade de ajuste na legislação municipal, tendo em vista que a Lei 2.623/2021 produziu alteração nas coordenadas do acesso sul e deixou este trecho sem denominação. Na discussão do plenário, Fedrigo contou que a homenagem veio de um pedido da família. “A família também entrou em contato com a gente. Esse tipo de projeto de lei possui legislação federal, que normatiza para quem pode ser concedido, de que forma, como que tem que ser o histórico e a e a vivência né do homenageado para receber o nome da via. E dentro dos estudos junto com a procuradora desta casa de leis, também com a equipe técnica, entendemos que sim, o seu Ademar Bratti, enquanto vivo, prestou relevantes serviços para a comunidade de São Lourenço do Oeste, para as entidades onde participou”, declarou o vereador. Os líderes do PT, MDB, PSDB e PP enalteceram a homenagem, reconhecendo a contribuição de Bratti para a comunidade. O projeto foi aprovado por unanimidade e encaminhado ao Executivo, para sanção. Biografia Natural de São Lourenço do Oeste - SC, onde nasceu em 20/01/1953. Filho de Jacinto Bratti e Albina Della Justina Bratti. Casou-se em 1979 com Adelair Francisca Teixeira Bratti e teve 3 Filhos: Eduardo Bratti, Eliete Bratti e Evaldo Bratti. Falecido em 12/09/2014. Sempre residiu no município de São Lourenço do Oeste, onde iniciou também os seus estudos no Colégio Soror Angelica, vindo a formar-se posteriormente em em Técnico em Contabilidade pelo Colégio Cenecista Jorge Lacerda - CNEC, sendo uma das primeiras turmas da escola. Enfatizados que Ademar atuou profissionalmente como contador ao longo de sua vida, realizando trabalhos junto à diversas empresas de São Lourenço do Oeste. Como munícipe, Ademar Bratti prestou relevantes serviços ao longo de sua vida para a comunidade lourenciana, tendo espírito empreendedor e sendo um membro ativo de diversas atividades. No período de estudante, ainda na escola CNEC, foi um dos primeiros organizadores do FLIC - Festival Lourenciano de Interpretação da Canção, evento que ocorre há 48 anos em nosso município e que é patrimônio municipal através da Lei 2080/2013. No esporte foi por muitos anos membros da comissão julgadora de torneios esportivos realizados dentro do município. Ademar Bratti atuou também como secretario da Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste, foi sócio fundador do CTG Amizade sem Fronteiras, e membro ativo das diversas diretorias que já passaram pela entidade, cooperando e participando tendo a função nas patronagens de Agregado das Pilchas (setor contábil), sendo o responsável também pela redação das atas. Ademar foi um dos primeiros moradores do bairro Santa Catarina, onde fez morada até o seu falecimento, sendo um dos fundadores da comunidade e Capela do Bairro Santa Santa Catarina, fazendo parte diversas vezes do conselho e diretoria desta capela. Ademar Bratti, mesmo não estando mais presente fisicamente em nossa comunidade, deixa um legado de serviços prestados à cultura, ao esporte e às comunidades religiosas, fazendo que o seu levado sirva de motivação para as demais gerações. Foto: familiares de Ademar Bratti são recepcionados pelos vereadores, após a sessão


© 2022 - Desenvolvido por Lancer